Friday, February 23, 2007

Quando a vida passa

Hoje morreu minha avó. Já em idade muito avançada, muito doente. Há tempos já não vivia, apenas sobrevivia.
A vida passa e com elas passam as pessoas, passam as coisas... e um dia, também nós passamos.
Somos efêmeros.
Ficam as memórias do que fazemos e significamos.
Mas as memórias, também são efêmeras.
Depois passam as memórias e fica apenas a remota existência de alguém que um dia viveu.
Um dia, quem sabe, um neto ou bisneto levará consigo também a memória do que fui.

1 comment:

Elker said...

Puxa, me lembro de como minhas avohs e bisavoh são especiais... quanto aprendi com cada uma! Voh é tudo de bom... faz um scrap bem lindo Mari, serà um belo tributo. Bjs