Saturday, February 17, 2007

Porque eu não gosto do carnaval

Quando eu era mais nova, achava graça nessa história de farra de carnaval, ia a baile vestida de Carlitos, comprava serpentina e tudo mais que um bom folião tinha direito.

Aí eu cresci e comecei a perceber que o carnaval era um período de cerca de 4 dias onde o Brasileiro se acha acima das normas de convivência e boa conduta e parte para a bagunça, com freqüência, com um certo tom de arruaça.


Há cerca de 4 anos fui a um bloco de rua e minha bunda virou passa-tempo de moleque sem rumo. Todos achavam-se no direito de me dar uma apalpada, "afinal, se tá no bloco é porque gosta"...

Agora ouço falar do tal "beijo roubado" que é moda na Bahia... veja bem, beijo de farra, ainda vá lá, não vou discutir nesse minuto o problema que tenho com isso. Mas, sem consentimento, nem afago carinhoso vale! Sinceramente, se tentar me beijar a força, vai perder um olho!

Depois vem essa zorra generalizada nas ruas. Nos blocos, pisam nos canteiros, jogam latas de cerveja pelas sarjetas. Jogam água nos passantes (não necessariamente foliões), ultrapassam sinal vermelho, bloqueiam ruas, gritam até altas horas da madrugada. Tudo em nome da folia... como se todos fossem obrigados a estar nesse mesmo clima.

Sem contar nos arruaceiros que andam em pé em cima de carros jogando creme de barbear em quem virem pela frente... quanto mais uma pessoa parece NÃO estar festejando o carnaval, mas eles acreditam que um creme de barbear vai animá-lo...

Honestamente, não gosto. Acho lindos os desfiles, animados os blocos... mas me dou ao direito de querer não estar no meio da bagunça, de aproveitar o carnaval para dormir muito.

Foliões que me perdoem... mas sem respeito, não é carnaval, é baderna!

E no meio tempo, aqui estão as criações do dia:

1 comment:

Elker said...

Eita, Mari, sou do mesmo time dos que aproveitam o carnaval pra dormir, hihihihi
Adorei suas novas pàginas, bem mais produtivo que 'cair na folia' Bjs e bom feriado.