Sunday, August 05, 2007

Coisas e coisas / Things and things

Ontem foi um grande dia na minha casa... a geladeira se foi! Quem me conhece sabe o quanto isso é importante pra mim!
Yesterday it was a great day at my house... the fridge is gone! Those who know me know how important that is to me!

Olha aí! Prova da partida da bendita geladeira!!!
Chek it out! The proof that the damned fridge is out of there!

E aqui os primeiros móveis da Alice... uma bicama para os convidados e uma estante para os livrinhos e brinquedinhos dela!
And here, Alice's first furniture... a bed for her guests and shelves for her little books and toys!

E no armário, uma luzinha muito linda de baleia para que ela não precise ficar no escuro o tempo todo!

And on closet shelf, a little whale light so that she does not have to be in complete darkness all the time!

E, finalmente, um nada-a-ver muito engraçado! Essa foto é de uma porta que eu vi na rua hoje... a mensagem me fez rir um bocado!

And, finally, a very funny random fact! This is a picture of a door I saw in the streets today... the message ("Do not scream into the little window please. The entire family thanks you!") made me laugh quite a bit!

6 comments:

Dan said...

Ai, Mari, quantas novidades!! É muita coisa pra uma grávida só! Ainda bem que você divide com a gente, né?
Beijão! I miss u!

Marcia Valesca said...

Que fase deliciosa né Mari?!!! Muito bom mesmo...melhor ainda quando inclui a saída da geladeira...kkkkkkk
Que história é essa da Alice ser candanga??? Adorei! Quero os detalhes dessa viagem pra gente combinar um lanche.
Obrigada pela visita ao blog. Ele é super novo...
Beijos. Saudades.

said...

Essa vida de gravidinha é terrível, né Mari?? Aff!! Ainda bem q a obra acabou.... Mas ó, q história é essa da gente te visitar na maternidade?? A Alice vai nascer aqui em Brasília?? Aff!! Já pensou?? Q tudo!! Me contaaaa!!!
Bjs!!

Anne Sereguetti* said...

Eu quero dormir nessa bicamaaa!
hahahaha

Anonymous said...

Sou um avô tardio. Filho e filhoca decidiram tarde fazer as menininhas que chegam para enriquecerem-nos a vida. Alice, desejada amada esperada, comporá a maravilha desse quadro em que já temos Ana Luiza e toda sua doçura. Não é outra a razão da avó que dedica seu bom gosto e toda habilidade para compor os quatro cantos dos dois quartos, um em São Paulo, concebido por Rodrigo e Lu, outro no Rio, assoprado por Dilermando e Mariana. Vô e vó encantados mas divididos pela intervenção do oceno Atlântico entremeando Ana Luiza e Alice. Um dia virá [e muito cedo] em que estaremos todos juntos. Saudade do futuro!

Mantuano said...

Mari, ageladeira se foi?! É aquela que eu conheço dos tempos da roda de poquer?! Fiquei abalado, era o último símbolo da civilização ocidental capitalista decente...