Wednesday, June 23, 2010

A Teoria da Relatividade da Fidelidade

Estou eu completando o tanque do meu carro e sou obrigada a testemunhar a conversa de dois frentistas.

Frentista 1: "Aí, homem fiel é aquele que não procura a oportunidade, não acha?"
Frentista 2: "Pô, sei não..."
Frentista 1: "Porque, assim, homem que não resiste à oportunidade quando ela cai do céu nele, não existe, né?"
Frentista 2: "Mas, aí, se eu vou prestar serviço na casa de uma dona bonita, e ela sai de baby doll e vem chegando... aí eu não tô sendo infiel, então?"
Frentista 1: "Não, né? Pô, tu não é de ferro... só viu a oportunidade e caiu nela, né? Mas, se você voltar lá, aí é infiel!"

E, volto eu para casa pensando comigo mesma que não dá... se meu marido fosse prestar serviço na casa da Aline Moraes e ela chega de baby doll, cheia de graça pra cima dele e ele aceita, veja bem, é bom ele olhar para ela e dizer que não quer porque tem uma mulher esperando ele em casa... ele que não me venha com esse papo de teorias da relatividade da fidelidade!

1 comment:

Sil said...

Só você Mari, pra alegrar meu dia hoje, concordo em gênero, número e grau, Bjks Saudades.